segunda-feira, 31 de Março de 2014

Fórum Anual da Carta Europeia de Turismo Sustentável “Terras do Priolo” celebrado no Nordeste.

No passado 26 de Março pelas 19h30 horas teve lugar, no Centro de Atividades Culturais do Nordeste, o Fórum anual da Carta Europeia de Turismo Sustentável das Terras do Priolo.

Este forum contou com 34 participantes pertencentes a 16 entidades, das quais 8 empresas já aderentes à Marca Priolo e representantes de todas as entidades parceiras no projecto (Direção Regional do Ambiente, Direcção Regional dos Recursos Florestais, Direção Regional do Turismo, Câmara Municipal de Nordeste e Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves). 

Neste encontro foi apresentado o balanço do Relatório de Progresso do Plano de Ação para o Desenvolvimento Sustentável do Turismo nas Terras do Priolo relativo a 2013 e foram também feitas apresentações relativas a futuras ações no ambito da carta, nomeadamente sobre percursos pedestres, o novo projeto Life+ Terras do Priolo, as comemorações dos 500 anos do concelho do Nordeste e sobre o projeto do Passaporte Geoparque. Foi também realizada uma votaçao por parte dos presentes para definir a prioridade das ações para o próximo ano. 


 A Directora Regional dos Recursos Florestais, Anabela Isidoro, que presidiu a sessão em representação do Governo Regional considerou que "É de destacar a assinatura por parte de mais quatro empresas dos termos de compromisso de adesão à marca 'Priolo' e aos princípios da Carta, que preveem o desenvolvimento de ações e práticas em prole da conservação da natureza e de um turismo sustentável neste território". Mais 4 empresas assinaram o compromisso da Marca Priolo, totalizando assim 23 empresas aderentes comprometidas com a conservação da natureza e a promoção de um turismo sustentável. Foram também entregues às empresas aderentes à Marca Priolo materiais para a criação de pontos de informação sobre as Terras do Priolo nos seus estabelecimentos. 

Fonte: http://www.azores.gov.pt/GaCS/Noticias/2014/Marco/Diretora+Regional+dos+Recursos+Florestais+destaca+ades%C3%A3o+das+empresas+%C3%A0+marca+Priolo.htm

sexta-feira, 17 de Maio de 2013

Segunda Edição do Guia das Terras do Priolo disponível para revisões até 30 de Maio

A segunda edição do Guia das Terras do Priolo já está pronta para impressão, mas não queríamos deixar passar a oportunidade de permitir a todos os interessados darem o seu contributo para a mesma, caso identifiquem erros no seu conteúdo.

Podem consultar a versão provisória do guia AQUI

Caso tenha algum comentário a respeito do guia, agradecemos que o comunique para: gabinetecetspnism@azores.gov.pt até 30 de Maio

Nota para os Parceiros da Marca Priolo: Ainda será incluída uma breve explicação sobre a Marca Priolo no guia e as empresas parceiras serão identificadas com o logótipo da mesma.


segunda-feira, 15 de Abril de 2013

Fórum Anual CETS - Avaliação de 2012


Dia 29 de abril, às 14 horas no Centro Municipal de Atividades Culturais da Vila do Nordeste, realiza-se o Fórum Permanente da Carta Europeia de Turismo Sustentável nas Terras do Priolo.

Será feito o balanço do Plano de Ação em 2012 e serão assinados também os termos de compromisso das primeiras 15 empresas aderentes à Marca Priolo.

Consulte aqui o Relatorio de Progresso da CETS Terras do Priolo para discussão no Forum.

Não é precisa inscrição mas agradecemos confirmação para o Gabinete da CETS gabinetecetspnism@azores.gov.pt | 296206700

sexta-feira, 1 de Março de 2013

Aberta a 2ª fase de candidaturas à Marca Priolo


A Marca Priolo registada pelo Governo Regional dos Açores e criada no âmbito do Projeto LIFE Laurissilva Sustentável pretende ser um selo de qualidade para aquelas empresas que estabeleçam parcerias com a conservação e divulgação do Parque Natural de Ilha de São Miguel nos concelhos de Nordeste e Povoação. A Marca pretende também promover o desenvolvimento de uma atividade turística sustentável nestes dois concelhos, de acordo com o definido no Plano de Ação para o Desenvolvimento Sustentável das Terras do Priolo.

Decorrerá de 1 a 30 de março de 2013 a segunda fase de candidaturas à Marca. Surge assim mais uma oportunidade para as empresas que pretendam usufruir deste símbolo de boas práticas ambientais em prole da conservação da natureza e assim contribuir para o desenvolvimento sustentável das áreas protegidas deste território, as Terras do Priolo.

As empresas que estiverem interessadas em candidatar-se à referida Marca deverão entrar em contacto com o Gabinete da Carta Europeia deTurismo Sustentável nas Terras do Priolo.

Podem consultar aqui o Manual da Marca Priolo

Na primeira fase de adesão foram 16 empresas interessadas e que aderiram à Marca Priolo com diferentes actividades relacionadas com o Turismo: Restauração, Alojamento, Artesanato, Turismo Activo e inclusive Agências de Viagens.

Gabinete da Carta Europeia de Turismo Sustentável nas Terras do Priolo
E-mail: gabinetecetspnism@azores.gov.pt
Telefones: 296206700 /296584736

segunda-feira, 18 de Fevereiro de 2013

Balanço do primeiro ano com a Carta Europeia de Turismo Sustentável

Na sexta-feira, 15 de Fevereiro, a Equipa Técnica Local (ETL) da Carta Europeia de Turismo Sustentável (CETS) nas Terras do Priolo reuniu para fazer um primeiro balanço do cumprimento do Plano de Ação.


Na reunião foram revistas as ações  previstas para 2012, tendo-se verificado um bom avanço na realização das mesmas, para além da inclusão de novos parceiros no processo como é o caso do Geoparque Açores e do Observatório Microbiano das Furnas.

Porém existem alguns aspetos que necessitam ser vistos com mais atenção e que deverão ser uma prioridade para o ano 2013, tais como a situação dos trilhos pedestres no território e as acções de divulgação, nomeadamente o site que está a ser desenvolvido e a realização de uma agenda mensal com as actividades em todo o território.

Este balanço irá agora ser convertido num relatório que será apresentado no Fórum Anual da CETS, previsto para o mês de Abril. Neste fórum, aberto ao público, serão também discutidas as prioridades e possíveis necessidades de alteração do Plano de Ação.

A reunião da ETL serviu também para avaliar as candidaturas das 16 empresas interessadas em aderir à Marca Priolo. Para além do excelente número e diversidade de interessados, foi com satisfação que se verificou o grau de compromisso das mesmas com o espírito da CETS através das acções que se comprometeram a realizar nos próximos três anos. Foi também decidido que será aberto um novo processo de inscrições para aquelas empresas que não tiveram oportunidade de o fazer na primeira fase. As novas inscrições serão já no mês de Março.

Esta reunião serviu para verificar que, apesar das dificuldades que de um modo geral se fazem sentir, a vontade de todos os envolvidos em tornar as Terras do Priolo um excelente destino para o Turismo Sustentável mantém-se forte.
 

segunda-feira, 10 de Dezembro de 2012

Sistema de tratamento de resíduos por vermicompostagem do Aterro Sanitário do Nordeste é exemplo internacional.


Uma delegação do Estado do Ceará, do Brasil, visitou ontem (6 de dezembro) o sistema de tratamento de resíduos por vermicompostagem a funcionar no concelho do Nordeste desde meados de 2011. A comitiva, composta pelos secretários do Ambiente e das Cidades do Estado do Ceará, e do deputado estadual e conselheiro da Presidente do Brasil para a área do Ambiente, mais alguns diretores e presidentes de empresas ligadas aos renováveis, deslocou-se de propósito à ilha de São Miguel para ver o funcionamento do modelo de vanguarda de tratamento de resíduos implementado pelo município do Nordeste, após passagem pelo continente português e também por Espanha para ver outros sistemas de tratamento postos em prática por alguns municípios. Durante a visita, a comitiva mostrou-se motivada em importar o método para o Estado do Ceará, numa parceria entre empresas portuguesas e municípios.

O sistema de tratamento de resíduos através da vermicompostagem, como explicou o responsável da empresa Lavoisier, está pensado para o aproveitamento a 100 por cento dos resíduos orgânicos, complementado com o tratamento dos resíduos recicláveis. Desde a abertura, a meados de julho do ano passado, até agora, o aproveitamento de ambos os tipos de resíduos no Aterro Sanitário do Nordeste tem andado nos 70 por cento, sendo um valor que o município considera satisfatório, pese embora ambicione que esta percentagem venha a aumentar com mais sensibilização e tomada de consciência das pessoas para a importância da separação dos resíduos.
O Aterro Sanitário do Nordeste tem em simultâneo a funcionar o sistema de vermicompostagem, para tudo o que é resíduos orgânicos, e a separação, limpeza e prensagem dos resíduos destinados a reciclagem.


quarta-feira, 5 de Dezembro de 2012

O Projeto de Recuperação Ecológica da Bacia Hidrográfica da Lagoa das Furnas, na ilha de S. Miguel, conquistou o primeiro lugar do Prémio Nacional da Paisagem 2012


O galardão é atribuído pelo Ministério da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, através da Direção-Geral do Território. 

Com a atribuição deste galardão, o Projeto de Recuperação Ecológica da Bacia Hidrográfica da Lagoa das Furnas vai ser o representante nacional no Prémio da Paisagem do Conselho da Europa 2013, cuja candidatura será entregue até 10 de dezembro.

A Região Autónoma dos Açores obteve ainda o segundo lugar deste prémio nacional, com a Paisagem do Vulcão dos Capelinhos, no Faial.

A conquista dos dois primeiros lugares do Prémio Nacional de Paisagem 2012 significa, segundo o secretário regional dos Recursos Naturais, que “o investimento que o Governo dos Açores tem efetuado no âmbito do ordenamento, proteção, conservação e valorização do património natural é uma aposta ganha”, revela nota do GACS.

 Para Luís Viveiros, mais uma vez, a Região destaca-se a nível nacional na área do ambiente, considerando que este galardão releva ainda para a imagem turística que os Açores querem projetar no exterior.

A candidatura açoriana, intitulada “Furnas, Laboratório de Paisagem”, integra um resumo do projeto de intervenção na Bacia Hidrográfica da Lagoa das Furnas e inclui o enquadramento da área e projeto, relata os conceitos base, a diversidade de intervenções no terreno, os subprojectos e as inúmeras parcerias que têm assegurado o sucesso de toda a intervenção de planeamento da paisagem. 

O Prémio da Paisagem do Conselho da Europa foi criado pela Convenção Europeia da Paisagem com o objetivo de distinguir a implementação de uma política ou de medidas de proteção, gestão e ordenamento da paisagem que sejam eficazes para a sustentabilidade e promovam o envolvimento e a sensibilização da sociedade civil.